top of page
  • Foto do escritorLuiza Reis

Compondo Biografias com Florais: Beatriz Soares

Atualizado: 22 de fev.


por Luiza Reis, Professora e Terapeuta Floral Ararêtama





Relatos de histórias de vida com os florais Ararêtama com Beatriz Alvarenga Soares

de 28 anos.


Beatriz Soares - Foto: Divulgação




Beatriz trabalhava em um PUB, no início de 2022, quando agravava seus sintomas, tendo que várias vezes ir embora do seu trabalho, no meio do horário, devido a crise e mal estar.


"A ansiedade para mim era aterrorizante, quando vinha a crise, eu não conseguia pensar em nada, eu não conseguia controlar... até sabia umas técnicas que teoricamente ajudariam a passar, mas vinha de um jeito que eu não pensava... isto quando era crise mais forte, ás vezes nem era crise mesmo, só pensamentos que atordoavam tudo, e eu também não conseguia racionalizar assim, era só um mar de sentimentos." afirma Beatriz Soares


Iniciamos seu primeiro contato com os florais, com Rudá, a essência emergencial, composta com a inteligência de sete plantas mestras do Sistema Ararêtama de florais da Mata Atlântica, que trás fluídos que estimulam o nosso corpo a metabolizar positivamente as experiência por ele sentida.


A essência Rudá também oferece suporte, como se entrassemos em um recinto vivo de prece, um templo natural, que vivifica nosso acesso a conexão mais profunda com nossa alma.


“Logo após a primeira sessão com a essência Rudá, eu passei a não sentir mais tanto aquela angústia, e quando sentia era bem mais leve, mais fácil de controlar. Depois que eu comecei a usar os florais tive uma crise, e sempre quando vinha ansiedade, era mais tranquilo e não tinha mais aquele desespero todo, aquela agonia." comenta Beatriz Soares


Nossos encontros seguiram, pois as próprias essências iam conduzindo a questões internas que precisavam ser vistas, algumas transformadas, outras diluídas...


Durante o processo, Bea, realizou a Jornada com o Ritual Mestre do Sucesso, que estimula nossos corpos para realização com as essências compostas: Talento, Paixão e Direção.


Ao encontro do nosso ser, acabamos por nos aproximar de pessoas que temos mais afinidades, aprendemos a receber bençãos, num refinamento de valores.


Neste processo Bea se aproximou de sua avó, que lhe ensinou a habilidade de fazer crochê.


“Por conta da conexão que eu criei com a minha avó, comecei a fazer crochê, e era uma atividade que eu me sentia muito bem em fazer e me distrair. Também vi a oportunidade de um negócio e comecei a fazer bolsas. E é sempre muito gostoso fazer, porque eu faço sempre por encomenda e a cada peça que eu termino eu fico imaginando minha vozinha falando que está orgulhosa, que está muito bonito, que é como ela sempre fazia quando via minhas peças." relata Beatriz Soares.

A avó de Beatriz, deixou a Terra ano passado, 2023, repassando este legado a sua neta, que hoje abriu a DaBea Crochê, confecciona peças manuais e distribui este carinho da família em

seus produtos.


Me emocionei ao escrever este relato, simples, mas que diz tanto o amor da natureza por nós, fazendo florescer tesouros, e reativando as bençãos da unidade.


Com amor, Luiza Reis

terapeuta floral com extensão em Neurociência, Mindfuness e Psicologia Positiva.


 

Sobre Luiza Reis


A terapeuta Luiza Reis especializada na medicina vibracional e na pesquisa de botânica sutil, com a sabedoria de Ervas & Florais ensina como utilizar os benefícios da flora para harmonizar a psiqué humana.


No ano de 2020 ela mergulhou neste universo das gotinhas de amor da Mata Atlântica como representante da Ararêtama focada na região de Cascavel-PR e expandindo para as demais regiões.


Fundadora da Sintonia Botânica.


 
27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page